RELATO DE UMA FAIXA AMARELA DE AIKIDO COM 62 ANOS

Aos 59 anos, Deus concedeu-me a oportunidade de mudar o rumo de minha vida. Você precisa ter mais disciplina, não se inervar (eu era muito “estourada”),não se entristecer (por tudo ficava magoada), não possuir sentimento hostil (eu era fez,levou),ser compreensiva (eu era um pouco), ser tranquila, pacífica (só às vezes),ter mais ética (sempre procurei ter),fazer amizade (isto sempre fiz), respeitar as pessoas, (eu sou assim), ser humilde (não era muito), justa e honesta (justa?às vezes,honesta,sim).

             Fui levada ao Aikido,onde não somente pratica-se uma arte marcial,mas nos leva a avaliar nossos conceitos e atitudes praticadas com nossos semelhantes.

            Hoje quero falar da minha evolução durante este 3 anos de Aikido. Quando comecei a treinar, tinha acabado de completar 59 aninhos, cheia de medos, inseguranças e vergonha.A segurança e o apoio do Sensei Marco Aurelio, Dojo-cho Kitoji Dojo, no início ajudou-me a romper aquelas barreiras. Minhas articulações estavam travadas, os músculos tensos, a respiração ofegante e passados estes 3 anos, tudo melhorou.As dores se foram e minha respiração está mais controlada e tranquila,minha percepção está mais aguçada e a coordenação motora mais apurada.Sem dúvida, agora sou uma nova mulher.

             Aprendi que o Aikido por ser uma arte marcial sem competição é muito complexa.Precisamos estar atentos a nossa postura, posição das mãos e pés, deslocamento, momento de receber as técnicas, atenção ao uke, respiração, relaxar, harmonizar e muitos outros detalhes.Aikido não é mecânico,não pode ser decorado,impossível! Nestes detalhes que está toda a beleza desta linda arte marcial.Quando nossa mente se desliga do exterior e nos conectamos com o ataque e absorvemos esta energia,acho que isto que é Aikido. Por enquanto este é o meu entendimento,porém ainda não consigo aplicar toda esta teoria.

Praticar Aikido seguindo a ideologia de O Sensei é muito difícil,pois envolve vários conceitos sobre filosofia oriental e as leis da natureza, mas sou uma aluna interessada e apaixonada pelo Aikido e buscarei sempre me aproximar ao máximo do objetivo do fundador do Aikido.Praticar bastante, sem nenhuma pretensão.

               Procuro ficar atenta as explicações e orientações do meu Sensei,lendo a bibliografia sugerida por ele, assistindo vídeos,comparecendo aos seminários e encontros técnicos para absorver um pouco das experiências dos outros mestres,bem como treinar com outros colegas e fazer novas amizades. Também gosto dos treinos com armas e Marco Sensei sempre nos mostra a importância dos cortes com o boken e os deslocamentos com o jo.

              Hoje,com 62 aninhos, sou faixa amarela e esta conquista foi muito importante para mim,porque me mostrou que dentro de minhas limitações eu posso realizar as técnicas,fazer rolamentos e até yoko ukemi,mas sem voar.Escutar Marco Sensei dizendo:Bom! Acredito que isto queira dizer que estou no caminho e somente a prática aperfeiçoará o meu aprendizado.

              Não me canso de dizer que estou muito feliz e com ajuda do meu Sensei, do Senpai Marcelo Bandeira e dos meus colegas do Kitoji, festejarei meus 63 aninhos com muita saúde e felicidade.

 

Jane Torres de Jesus

5º kyu – Kitoji Dojo Brazil Aikikai

Anúncios

9 comments on “RELATO DE UMA FAIXA AMARELA DE AIKIDO COM 62 ANOS

  1. marcelo lessa
    19 de novembro de 2013 at 01:04 #

    Ola Jane,

    É uma honra fazer aula com a senhora.
    Sempre pronta a ajudar e compromissada com o Aikido.
    Quando falo sobre Aikido cito com orgulho que tem uma aluna com 62 anos na minha turma

    Parabéns !!!

  2. Lucas Pinheiro Lustosa
    25 de novembro de 2013 at 01:31 #

    Parabéns pelo texto, adorei! Uma honra ter alguém como a senhora em nosso grupo!
    Espero que possamos nos ver o quão breve for possível para treinarmos novamente,
    um grande abraço!

  3. Reginaldo Ramos
    4 de dezembro de 2013 at 19:44 #

    Meus parabéns, e coragem de praticar uma arte marcial, muito linda e com grande ensinamentos filosóficos.

  4. Eduardo Fonseca Barreto
    26 de fevereiro de 2015 at 23:42 #

    Continue firme .abraços

  5. Ribamar Lopes
    28 de janeiro de 2016 at 13:36 #

    Lindo depoimento!!! Fico feliz quando encontro um relato desse, cheio de sinceridade e compreensão. É muito motivador. Parabéns.

    • Jane Torres de Jesus
      28 de janeiro de 2016 at 17:43 #

      Obrigada,Ribamar Lopes,realmente o Aikido mudou totalmente a minha vida.Hoje tenho 64 anos e continuo treinando.Meu Sensei Marco Aurelio sempre me incentivando e me motivando,mostrando que com dedicação,e perseverança todos podemos sempre treinar.Obrigada pelo carinho.

    • Jane Torres de Jesus
      28 de janeiro de 2016 at 17:47 #

      Obrigada Ribamar Lopes,realmente o Aikido mudou totalmente minha vida.Hoje estou com 64 anos e continuo treinando.Meu Sensei Marco Aurélio sempre me incentivando e me motivando,mostrando que com dedicação e perseverança todos podem treinar.Obrigada pelo carinho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: